terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Ano novo Vida nova...rs...

Antes de começar a postagem, mas já começando... criamos esse espaço para que a comunicação seja feita, o espaço esta aberto para quem quiser escrever, é só me falar que eu faço o convite... Agora sim, vamos la a primeira de muitas postagens...

Começou ou terminou o ano?

Sou meio suspeito para falar disso, segundo o calendário estamos no ultimo mês do ano, mais e ai? Qual é a diferença desse mês para os outros? Sempre fica aquela promessa para o ano que chega, vai ser tudo diferente, coisas novas depois da virada...

Particularmente não gosto de "datas comemorativas", a grande maioria delas é para iludir cada vez mais as pessoas, que sentem a "necessidade" de dar presentes influenciados por conta da data, mas acabam que fazendo isso meio que inconsciente pq já se tornou uma rotina anual que a sociedade segue.

E chega o fim de ano é isso, desejando uns aos outros felicidades e tudo de bom para o próximo ano, mas a meu ver acho que tb é inconsciente, considero válido todos os desejos de bem ao próximo, mas prestemos bastante atenção para não sermos envolvidos pelos desejos ilusórios que a época proporciona, atento para que quando desejarmos algo para alguém sejamos consciente disso, que emanemos de corpo, mente e espírito e que o desejo não fique só nessa época e sim para todos os dias.

Lembrando que a natureza sofre mais do que quem não ganha presente, mas como assim? É isso mesmo, tendo em vista que tudo que alimenta o consumo inconsciente destrói e muito, sempre criando a "necessidade" de mais e mais... De onde vocês acham que sai tanta coisa??? Na hora de comprar ninguém pensa nela, mas na hora de falar que é defensor da natureza é muito fácil por um camisa verde e falar que é "ecológico".

Pensemos no "Ano Novo" como um novo tempo do consumo decrescente e assim precisarmos de cada vez menos de apetrechos da sociedade industrial moderna.

Termino o texto deixando um lembrete para prestarmos mais atenção nas coisa que consumimos. Procurando consumir o que realmente é necessário, depois de aproveitar o que compro, de um jeito de reutilizar e depois de reutilizar
encaminhe para a reciclagem. Apesar de não parecer, essas atitudes ajudam e muito na preservação da Natureza...

P/ quem veio ate aqui e p/ quem não veio tb...
eu deixo, beijos, abraços e flores

5 comentários:

  1. é isso ae dom tops!!
    nao existe o tempo
    apenas o eterno momento do agora!!!

    bom trabalho e continuemos a luta em prol da nossa mae terra...

    beijos, abraços e flores

    ResponderExcluir
  2. Acredito que toda esta busca neste "começo e fim" leva a uma grande estagnação de mente e progresso,onde as pessoas tomam para si, uma "capa" de bondade e preservação.
    Busquemos a verdade, a bondade, a presevação, em todo tempo não somente no final do ano como é feito, mas sim a todo tempo ... seu próprio inimigo é sua mente. . .

    ResponderExcluir
  3. Pois bem Diego, vc prometeu e cumpriu, está no ar o Blog da SAPE!!!!!!!!Adorei seu texto inaugural.
    Deixo minha mensagem de fim de ano:
    " A cada dia a natureza produz o suficiente para a nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não haveria pobreza no mundo e ninguém morerria de fome.(Mahatma Gandh)i

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. éé sapé virtual ciberneticos conectados na parabolicamaràa,,

    tamo chegando.. vamo escrevendo as ideias

    beijoquitas

    ResponderExcluir